top of page

O que é Fisioterapia Preventiva?

A fisioterapia Preventiva busca tornar o funcionamento dos músculos e articulações mais eficientes. O método proporciona qualidade de vida, disposição, e ajuda a prevenir lesões ou doenças. Combina métodos, exercícios e e equipamentos com o objetivo de aliviar o estresse, as tensões, corrigir a postura, melhorar a flexibilidade e recuperar a funcionalidade geral do corpo.



Para quem é a Fisioterapia Preventiva?


Não há restrições a quem pode se submeter a essa abordagem. Contudo, há alguns grupos da população – com mais especificidades – que podem se beneficiar mais com a fisioterapia preventiva. São eles:

  • Idosos

  • Trabalhadores

  • Atletas



Muitos problemas de saúde acompanham o envelhecimento. Idosos, tendem a ter os ossos, músculos e tendões enfraquecidos, além de uma maior rigidez nas articulações. Tudo isso somado a algumas doenças relacionadas pode prejudicar a prática de várias atividades físicas.

Mas isso, não significa que os idosos devam ficar parados. Muito pelo contrário, praticar exercícios é fundamental para qualquer pessoa.

E é aí que entra a fisioterapia preventiva! Ela evita várias doenças e reduz o risco de complicações em casos de acidentes, como quedas, que são mais graves nessa população.



O ambiente de trabalho é cheio de agravantes que podem comprometer a saúde de seus trabalhadores como, estresse, pressão, postura inadequada, movimentos repetitivos e vários outros problemas.

Muitas empresas aderem cada vez mais à fisioterapia preventiva na forma de ginástica laboral e treinamentos físicos. São exercícios realizados no próprio local de trabalho, que melhoram as funções do organismo.

Essas práticas são importantes para a prevenção de doenças cardiovasculares, ansiedade, estresse, problemas emocionais, Lesões por Esforço Repetitivo (LER) ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), problemas de postura, entre outros.

Adotar esse tipo de treinamento oferece muitos benefícios para os trabalhadores, mas também para os empresários. Ao adotar a fisioterapia preventiva, acabam reduzindo os gastos com planos de saúde, faltas ao trabalho, além de aumentar a produtividade dos colaboradores.



Ao contrário dos dois grupos anteriores, é comum pensar que os atletas são mais saudáveis por conta do treinamento constante e, por isso, não precisariam da fisioterapia preventiva. Mas isso é um equívoco, uma vez que eles podem se beneficiar de um melhor rendimento e desempenho nos treinos e nas competições, e, principalmente, evitar lesões bem comuns.

Assim, podem ser trabalhados grupos musculares específicos de cada atleta, que são mais exigidos na modalidade praticada. É possível melhorar o condicionamento físico, a flexibilidade e a força dos músculos de acordo com as necessidades do indivíduo.

Para isso, deve-se considerar fatores de risco, além da modalidade em si:

✓lesões prévias;

✓idade e gênero do atleta;

✓se o esporte é coletivo ou individual;

✓o nível de competição;

✓a exigência de maior contato físico entre os competidores;

✓condições físicas gerais.



Independentemente do público, é necessário que a fisioterapia preventiva seja feita por profissionais, de preferência, especializados na área.

Os fisioterapeutas, são capacitados para oferecer um serviço adequado, sendo responsáveis por orientar as pessoas em como realizar os exercícios e sobre os benefícios da prática.

Portanto, a fisioterapia preventiva proporciona mais saúde e bem-estar às pessoas.



  • Prevenção de doenças cardíacas e quedas, principalmente em idosos;

  • Melhora a motivação e reduz dores causadas pelo trabalho ou esforço;

  • Previne lesões musculares e afastamentos do esporte;

  • Previne doenças causadas por movimentos repetitivos.

  • Aumenta o condicionamento físico;

  • Promove uma maior consciência corporal;

  • Reduz o risco de lesões e fraturas;

  • Melhora a postura;

  • Ativa a circulação sanguínea e linfática;

  • Melhora as funções cardiorrespiratórias;

  • Reduz o estresse e o cansaço;

  • Aumenta a autoconfiança e a autoestima.


A fisioterapia preventiva pode ser feita em conjunto com as modalidades de reabilitação, como Pilates, RPG, Acupuntura, hidroginástica, hidroterapia, crioterapia, Musculação entre outros. Sendo assim, nada impede que um paciente em recuperação também faça exercícios de prevenção.


Prevenir e Melhor que Remediar



Agradeço sua leitura,

Dra Cláudia Pereira | Fisioterapeuta




תגובות


Você precisa de um Fisioterapeuta ou Acupunturista?

Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
Recent Posts
bottom of page